BLOG DA MGLCOM

Entenda sobre o Marketing de Guerrilha

O que é marketing de guerrilha?

Afinal, o que é marketing de guerrilha? Nome tão falado no meio publicitário e um método muito praticado entre as grandes marcas. O termo surgiu na década de 70, criado pelo americano Jay Conrad Levinson que foi inspirado pela guerra do Vietnã: Mesmo com baixo poder de fogo, os vietnamitas conseguiram superar seus adversários. E assim surgiu a ideia do marketing de guerrilha, com o objetivo de trazer um resultado impactante mesmo com investimento baixo e/ou limitado.

É realmente funcional?

O marketing de guerrilha é sem dúvida um modelo que traz resultados expressivos, ele amplia a comunicação e interage com o público. A promessa é fazer mais com menos, diante disso, os anúncios convencionais vêm perdendo espaço para os mais criativos que chamam a atenção das pessoas justamente pelo método de abordagem, que pode ser feito através de intervenções urbanas, virais, corpo a corpo, e de várias outras formas.

Ações de Marketing de Guerrilha de sucesso

A maioria das ações de marketing de guerrilha que tiveram mais sucesso foram aquelas pensadas “fora da caixa”, fugindo do método convencional e gerando conteúdo espontâneo. Abaixo separamos alguns exemplos, confira:

– Warner: Balões espalhados para divulgar o filme: IT – A coisa

Fonte: M | Guerrilha


Fonte: FilmInk

Alguns balões foram espalhados em cidades como Nova Zelândia e Canadá, para divulgar o filme IT- A coisa da Warner.

Netflix: Prisão ao ar livre para divulgar a série: Orange is the new black

Fonte: Marketing de conteúdo

Fachada de um prédio em Paris, se tornou um tipo de “prisão ao ar livre”, onde atrizes simulavam o cotidiano dentro de uma prisão.

– Warner: Comentários para divulgar a série “The Flash”

A empresa comentou a palavra: “First” (primeiro) em diversas publicações de grandes marcas e também de concorrentes para relacionar com a velocidade do personagem.

– Serviço de Segurança Rodoviária da França: Totem assusta pedestres que passam no sinal vermelho